Atendimento Fraterno | Palestras | Cursos | Obras Sociais
 
 
 
O AMA
 
 
 
 
 
 
 
 
 
ASSISTÊNCIA ESPIRITUAL
 
 
 
 
 
ASSISTÊNCIA SOCIAL
 
 
 
 
LITERATURA ESPIRITA
 
 
 
 
 
 
DOWNLOADS
 
Audio Books
   
 
 
A paz que Jesus deixou

 
Reformador - FEB - Ano 129 - Ed 2184 - Março 2011
 
Como se lê no Evangelho de João, nas conversações que estabeleceu com seus discípulos, antes do Calvário, Jesus observou:“Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como o mundo a dá” (João, 14:27). Todos nós, normalmente, buscamos a paz. Mas a buscamos de conformidade com os nossos mais variados interesses, nem sempre caracterizados pelas nobres virtudes.

Deixando para a posteridade a afirmação acima, endereçada aos seus discípulos, Jesus torna claro que existe uma paz diferente, que decorre da vivência dos seus ensinos, mais duradoura, mais autêntica e mais profunda.

O Novo Testamento registra todos os ensinamentos propagados por Jesus bem como todos os exemplos por Ele vivenciados, especialmente quando observa que toda a Lei e os profetas estão sintetizados no “amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todo o teu espírito [...]. Amarás o teu próximo, como a ti mesmo”,* e quando também observa – “Novo mandamento vos dou: que vos ameis uns aos outros, como eu vos amei” (João, 13:34). Demonstra o ensino evangélico, que o Mestre não apenas esclareceu, mas principalmente vivenciou essas leis.

Esses registros expressam as leis divinas, posteriormente explicitadas nas obras de Allan Kardec, que constituem a Codificação Espírita. E é em O Livro dos Espíritos que aprendemos que a Lei de Deus está escrita em nossa consciência (questão 621).

E como não há paz autêntica e permanente a não ser a que está vinculada à nossa consciência, passamos a entender que a paz que Jesus nos deixou é a que provém da vivência das Leis Morais emanadas da Providência Divina, que tem por foco principal a prática da Lei de Amor, em toda a sua plenitude, incondicionalmente. É a paz que decorre do dever retamente cumprido.

*KARDEC, Allan, O evangelho segundo o espiritismo. Cap. 11
 
Editorial da revista 
 
compartilhe
COMPARTILHE VIA TWITTER... EM DESENVOLVIMENTOENVIE ESSA NOTICIA POR E-MAIL
 
 
 
© 1980-2013 - A.M.A - Assistência Mais Amor - Grupo Espirita Fraterno